Contribuintes com rendimento anual abaixo de R$ 28,5 mil podem ter direito à restituição de IR

Contribuintes com rendimento anual abaixo de R$ 28,5 mil podem ter direito à restituição de IR

13 de maio de 2022 0 Por Redação Em Notícia

Faltando pouco mais de um mês para o fim do prazo para o envio da declaração de Imposto de Renda, no dia 31 de maio, a Receita Federal espera que mais 20 milhões de brasileiros ainda façam o envio dos dados financeiros. São obrigados a declarar o IR os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis anuais acima de R$28,559,70 em 2021.

“Para conseguir o dinheiro retido é necessário declarar todos os rendimentos corretamente conforme os informes e as despesas dedutíveis, como, despesas médicas, ensino entre outras. Um dos principais erros que os contribuintes costumam cometer na hora de fazer a declaração é declarar dependentes que possuem rendimentos e não somar os rendimentos dos mesmos à base tributável” – esclarece Guilherme Resende, sócio do Grupo Epicus e responsável pela gestão da área de relações institucionais e novos negócios.

Mas o que muitos não sabem, é que mesmo quem não tem obrigação de declarar pode ter direito à restituição de valores retidos caso façam o envio. Isso acontece com contribuintes que, apesar de não terem atingido o rendimento anual acima de R$28,5 mil, tiveram rendimentos retidos pela Receita Federal em meses eventuais quando o rendimento foi acima da tabela mensal.

Isso acontece em casos de contribuintes que, por exemplo, receberam hora extra, bonificações ou qualquer rendimento que ultrapasse o limite da base de cálculo da tabela mensal de imposto de renda que tributa rendimentos a partir de R$1.903,98.

Guilherme explica que caso aconteça de perder o prazo de enviar a declaração, “é passível de multa. Porém, se o contribuinte tiver direito a restituição ele deve entregar o valor restituído”.