Brasil: uma das nações que mais fatura com games

Brasil: uma das nações que mais fatura com games

6 de outubro de 2021 0 Por Redação Em Notícia

* Por Beto Vides – CEO eBrainz

Olhando para o crescimento do mercado de gamers dá para entender a razão pela qual esse universo está se consolidando como um espaço importante de interação. Segundo a Newzoo – empresa especializada na análise do mercado de jogos – o Brasil já é a 5ª maior nação gamer com uma receita que atinge US$ 1,7 bilhão. Na América Latina, ocupamos o 1º lugar e no Brasil somamos mais de 90 milhões de brasileiros que jogam – isso é praticamente a metade da população do País.

Em 2020 e 2021, além de acelerar essa tendência com a entrada no jogo de novos consumidores que buscavam diferentes formas de entretenimento dentro de casa, a pandemia da Covid-19 também alavancou o crescimento desse mercado e possibilitando a conexão entre pessoas dentro de um ambiente de interesses comuns. Esse movimento, mesmo com a reabertura e o retorno das atividades, deve se manter, mostrando que o universo gamers veio para ficar.

Outro fato relevante é o engajamento que público gamer apresenta. Cerca de 50% consomem conteúdo do universo dos jogos, enquanto 30 % compram conteúdos e 25% já compartilharam suas experiências em streaming. Mas aqui, quero chamar atenção para os 90% que lembram de marcas patrocinadoras não-endêmicas – dado que confirma o potencial para as empresas.  Isso mostra que os gamers, de forma geral, valorizam a autenticidade e, por essa razão, a abordagem das marcas precisa ser inovadora e amigável, se quiser fazer a diferença.

Milhões de brasileiros que estão jogando nas diferentes plataformas não se definem por um único comportamento, mas por preferências e jogos. Estabelecer uma conexão solida com os jogadores é o que vai estimular a diversidade. Desse modo, fica claro que os gamers também querem que as empresas tomem posições na sociedade, respondendo às tendências e a movimentos contemporâneos e culturais. É o que mostra uma outra pesquisa de Newzoo de 2020, em que quase a metade de todos os jogadores dos Estados Unidos sentiram-se mais propensos e engajados para jogar os jogos das empresas que têm postura ativa.

Para além de todas as perspectivas, o fato é que esse mercado deverá terminar 2021 gerando uma receita na ordem 3 bilhões de gamers em todo o mundo e atraindo globalmente cerca US$ 200 bilhões nesse universo.

Isso aponta para uma realidade inegável: ficar de fora dessa onda é desperdiçar a oportunidade de surfar no mar de inovação e alcançar um faturamento ambicioso ao mesmo tempo em que proporciona bem-estar e entretenimento para bilhões de pessoas em todo o mundo.