950 vítimas de abusos sexuais foram acolhidas pelo Programa Bem-Me-Quer nos primeiros dez meses de 2021

19 de novembro de 2021 0 Por Redação Em Notícia

O Programa Bem-Me-Quer, criado em março de 2001, como iniciativa do governo do Estado de São Paulo, foi desenvolvido pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) em parceria com as secretarias da Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social, e Procuradoria Geral do Estado para atender gratuita e integralmente vítimas de abusos sexuais, incluindo-se mulheres, crianças e adolescentes do sexo feminino, ou do sexo masculino até os quatorze anos de idade, amparando-os através de assistência policial, médica, jurídica, psicológica e social.

A violência sexual impacta não apenas a saúde física, mas também a emocional e social de quem a sofre estendendo-se aos seus familiares e até a comunidade. Muitas vezes por sentimentos de medo, constrangimento, desonra ou falta de recursos financeiros, as pessoas violentadas deixavam de procurar auxílio, mas com a implantação deste Programa, pioneiro no Brasil neste tipo de assistência especial e acolhedora, só no primeiro ano de funcionamento auxiliou 3172 pessoas.

Após a vítima noticiar o crime na Delegacia de Polícia, é registrado o boletim de ocorrência e acionada uma viatura especial do Programa que a conduz para o Hospital para a colheita de provas da agressão, detecção de possíveis doenças contagiosas e tratamento especializado. Lá encontra-se uma unidade do Instituto Médico Legal (IML), da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC) onde são realizados os exames periciais. Além disso, são fornecidas prevenções de gravidez por violência sexual, de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) não virais, infecções pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) causador da AIDS, hepatite B, tratamento de traumatismos genitais, e atendimentos psicológicos, sociais e de solicitações de abortamento por gravidez decorrente de estupro.

Todos os casos que necessitam de atendimento de emergência recebem atenção no Serviço de Pronto Atendimento da instituição, disponível 24 horas, todos os dias da semana, incluindo-se feriados. Já nos que não necessitam de intervenção médica de urgência, as vítimas podem buscar pelo Serviço Social de 2ª a 6ª feira, das 7h00 às 19h00, não sendo necessário apresentar encaminhamento de outro serviço de saúde ou Boletim de Ocorrência Policial para receber atendimento.

O Bem-Me-Quer funciona no Hospital Pérola Byington, Centro de Referência da Saúde da Mulher, localizado na avenida Brigadeiro Luís Antônio, 683, Bela Vista, São Paulo/SP.

Entre os meses de janeiro à outubro deste ano, 950 vítimas já foram acolhidas pelo Programa, sendo os casos de estupro de vulnerável e estupro, os maiores índices registrados com 609 e 188 atendimentos respectivamente.